segunda-feira, 11 de junho de 2012

Batman - The Dark Knight Rises | Entrevista de Tom Hardy a um site brasileiro e novo comercial divulgado

Ator fala sobre o Coringa do Heath Ledger, seu figurino pesado, o ambiente criado por Nolan e Star Trek


Semana passada o Omelete havia publicado uma entrevista com Christian Bale. Agora é a vez de Tom Hardy (o Bane), falar (ou "enrolar") sobre seu papel e os desafios que o personagem lhe trouxe, além da expectativa dos outros, sobre como ele vai "substituir" o Coringa de Heath Ledger, em Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Confira abaixo a entrevista:



Quero te fazer uma pergunta que você não podia responder na época da Comic-Con...
Tom Hardy: Provavelmente eu continuo sem poder responder. [gargalhadas]

Você tem um sotaque neste filme? O que você está fazendo no que diz respeito à voz do personagem?
Hardy: Eu não posso falar nada sobre isso. De verdade, não posso.

Você pode falar sobre o que vão filmar hoje?
Hardy: Eu vou falar para milhares de pessoas. Estou um pouco nervoso. [risos] Vocês são o meu aquecimento.

Como é lutar com Christian Bale? Afinal, ele é o lutador (referência a O Vencedor, que em inglês se chama The Fighter) e você o Guerreiro (Warrior).
Hardy: É verdade! Eu acabei de perceber isso. Sou sempre o último a perceber essas coisas. Eu adoro trabalhar com Christian. Eu adoro trabalhar com todo mundo. Toda vez que trabalho Chris Nolan é demais. Todo mundo neste elenco é muito amável e profissional. Não tem essa de ego quando se trabalha com Chris. É maravilhoso. Todo mundo colabora com este ambiente, que é bastante íntimo e suave. Isso faz sentido? Desta forma, não parece que estamos no meio de uma experiência monstruosa, que é o que este filme é. Eu já atuei para uma plateia de mil, 1.400 pessoas, no Teatro Nacional da Coroa Inglesa. Quando fiz Guerreiro, tínhamos 1.500 figurantes. E temos cerca de 11 mil pessoas hoje lá fora.

Você pode falar sobre o estilo de luta que está usando neste filme ou estilos de artes marciais que teve de aprender? Nós sabemos que você aprendeu um pouco de MMA para fazer Guerreiro. Você aprendeu algo novo para fazer o Bane?
Hardy: Eu só fiquei assistindo o Amendoim ali. [aponta para o seu treinador, um negrão com o dobro do tamanho do Hardy, que não é nada pequeno]. Eu o vi passar por alguns lugares.

Dá para contar como é vestir o seu figurino?
Hardy: É quente. É muito, muito, muito quente. Você pensa nos caras que estão lá fora no Afeganistão e Bagdá e no kit que eles têm que vestir. Parece que não é tão ruim assim, né? Mas é quente a ponto de ficar difícil de respirar.

Você pode falar um pouco sobre quando você colocou o figurino pela primeira vez e como foi trabalhar com o departamento de figurino para ficar tudo do jeito certo?
Hardy: Você apenas vai lá e veste. [risos] E daí você está vestido. E é difícil de respirar. Não dá para ouvir nada e ninguém consegue entender o que eu falo. Pronto, é isso. [risos] E daí começa a mágica.

Você tem que falar mais gesticulando, ou usar mais seus olhos para se expressar?
Hardy: Não posso falar sobre minha mágica. [risos]

Você respeita mais o Darth Vader agora?
Hardy: [Risos] Eu cresci com a trilogia original. E Darth Vader é o mais cool, não é?

Você já conhecia o Bane antes? Ou teve que correr atrás e ler sobre ele?
Hardy: Eu não conhecia quase nada sobre o universo do Batman. Sou um cara bem fechado. Fico lá, só eu e meu cachorro - ele não está mais comigo. E assim, quando algo aparece é sempre uma experiência ótima. Respondendo, comecei a pesquisar quando consegui o papel.

O Bane é tão brilhante intelectualmente quanto forte fisicamente. Nós vamos vê-lo também como um cara inteligente, que se equivale ao Batman no intelecto?
Hardy: Tudo o que eu consigo ouvir é que você está me chamando de burro. [gargalhadas] Eu meio que estou com vontade de virar esta mesa e te jogar pela janela. Isso responde a sua pergunta?

Pelas imagens que foram mostradas até agora, Bane parece ser maior do que tudo. Mas em todos os seus filmes, Nolan gosta de se basear na realidade, com personagens tridimensionais. Como é que ele vai colocar este personagem na realidade?
Hardy: Bom, se o Nolan sempre consegue fincar seus personagens na realidade, eu tenho de seguir as ordens.

O personagem é um vilão, mas um vilão que dá para simpatizar. Você está trazendo isso para o Bane, ou o Bane vai ser o tipo de vilão completamente mau?
Hardy: Ele é um personagem diferente. Claro, estou interpretando um personagem diferente de tudo o que eu já fiz antes. Mas você já sabe muito sobre a história do personagem, então eu não posso responder isso.

Você se sentiu apreensivo por ser o cara que vai aparecer depois do Coringa criado pelo Heath Ledger?
Hardy:  Não estou apreensivo. Isso me colocaria em uma competição contra um cara que foi claramente brilhante, e não é uma questão de quem é mais talentoso ou trabalha melhor. É só sobre tentar fazer o melhor que nós podemos, em vez de tentar ser melhor do que alguém. Não estou tentando ser melhor do que ninguém. O que ele fez foi maravilhoso. Eu só tenho um papel e quero fazê-lo.

Você pode falar um pouco sobre outra franquia na qual você trabalhou, como Star Trek? A experiência de acrescentar algo a franquias conhecidamente grandes é algo que te atrai?
Hardy: Trabalhar em Star Trek [Nemesis] realmente foi algo que me abriu para o mundo. Eu era muito novo. Acho que estava trabalhando há apenas uns 9 meses quando consegui o papel em Star Trek, e era um papel gigante. Foi muito impressionante. Isso abriu meus olhos ainda bem novo, algo como não ficar assustado quando tiver a responsabilidade de fazer o vilão do Batman, ou Hobbit ou o que quer que seja. Estes personagens pertencem intrinsecamente a um grupo maior de pessoas, que os ama. E é uma responsabilidade enorme dar isso a eles e criar este esforço. Star Trek foi uma pedra fundamental neste caminho. Eu sou incrivelmente grato por ter feito um vilão em um mundo que, se eu tivesse parado para pensar onde estava me metendo, eu teria ficado muito nervoso com o tamanho, a magnitude da importância e responsabilidade de ser o vilão no mundo do Batman.

Confira também, um novo comercial do filme, que apesar de ter os mesmos diálogos dos anteriores, tem algumas cenas novas:




Christian Bale (Batman), Anne Hathaway (Mulher-Gato), Tom Hardy (Bane), Marion Cotillard (Miranda Tate), Joseph Gordon-Levitt (John Blake), Gary Oldman (Comissário Gordon), Morgan Freeman (Lucius Fox), Michael Caine (Alfred) e Josh Pence  (jovem R'as al Ghul) estão no elenco.

O terceiro e último filme de Batman dirigido por Christopher Nolan estréia no Brasil em 27 de julho de 2012, uma semana após o lançamento nos EUA.

Fonte: Omelete 1 / Omelete 2

Para entrar em contato com a equipe do BATCAST, contribuir, sugerir e/ou reclamar, mande um e-mail para: bat-cast@hotmail.comSiga nossa página no Facebook clicando na opção "curtir", no canto superior esquerdo do blog ou clique aqui. E conheça também, os blogs e sites de nossos parceiros, ali no lado esquerdo da página.