terça-feira, 26 de julho de 2011

Batman: Arkham City | Paul Dini explica relação de Batman e Mulher-Gato

Áudios virais do jogo também contam detalhes da trama




Em entrevista ao site CvG, o escritor de Batman: Arkham City (game que o omelete experimentou na Comic-Con 2011), Paul Dini, comentou a relação entre a Mulher-Gato e o Batman no jogo.


Há muito fogo entre os dois, mas não vamos transformar isso em uma história de novela. Há afeição, respeito mútuo, e muita teimosia. Tipo: 'Se você não fizer o que eu digo, vamos brigar agora'. Sempre vai haver atrito entre eles, já que têm metodologias muito diversas para resolver os problemas”. Dini ainda afirmou que: Por mais que sintam algo, eles sempre estarão em lados opostos da moeda, um está do lado da lei e o outro não. Dito isto, espere por muita ação”.


Em outra notícia sobre o título, áudios virais têm sido lançados com conversas entre Hugo Strange e alguns dos prisioneiros de Arkham. Por elas é possível deduzir que o vilão está controlando o prefeito de Gotham com uma mistura de hipnose e medicamentos. Além disso, na coversa com o Pinguim, informa-se que a família Cobblepot tinha uma rivalidade com a família Wayne e que o inimigo do Batman trabalha para Strange em troca de algumas liberdades.











Na trama do jogo, o prefeito Quincy Sharp, antigo diretor do Asilo Arkham, murou bairros inteiros de Gotham, criando Arkham City, uma cidade que funciona como uma super-prisão. A única regra é que seus habitantes não podem sair de lá. O Batman, claro, não gosta nada disso - e passa a patrulhar o lugar. A jogatina deve durar perto de 40 horas, contando não somente as missões principais do game, mas também as demandas secundárias.


Batman: Arkham City será lançado em 18 de outubro para PCs, PlayStation 3 e Xbox 360.


Fonte: Omelete


Para entrar em contato com a equipe do BATCAST, contribuir, sugerir e/ou reclamar, mande um e-mail para: bat-cast@hotmail.com