sexta-feira, 19 de junho de 2009

Um dia feliz no parque (Uma critica amistosa de Batman & Robin)

Deixei de ler DC Comics e as revistas mensais de Batman faz 2 anos.

Se voce eh fa de batman, destes que tem dinheiro pra comprar tudo e compra, entao voce deve ter uma das maiores colecoes de lixo da nona arte. Isso nao eh necessariamente um problema se voce tem consciencia de que esta lendo porcaria mas vc gosta de ler porcaria mesmo assim. O chato eh quando voce nao tem capacidade pra notar a diferenca de um Batman Dark Knight e um Silencio.

E isso, refiro-me a quantidade de porcaria que foi lancada, foi o que me fez direcionar meu suado dinheiro para outros alvos. Entao aparece Morrison prometendo trazer algo novo pra Batman... de novo. Eu nao cairia nessa, eu seria um dos ultimos a ler qualquer coisa "nova" de Batman ate eu ter certeza atraves de criticas confiaveis se nao fosse pelo elemento Grant Morrison ai. Nao posso dizer que sou um grande fa dele, embora ache o We3 uma das mais legais HQs ja publicadas, sou fa mesmo de George Peres, Neil Gaiman e fanzaco de Garth Ennis, mas nao posso negar que o cara ja salvou muitos dolares pra Marvel e pra DC, entao a ideia merecia uma conferida.

La fui pegar meu primeiro numero de Batman e Robin, desenhada por Frank Quitely, que tambem desenhou We3 ( Eu nao tenho como citar We3 sem recomendar, faca um favor a sua gibiteca nerd e coloque We3 na sua estante! ). Sai da loja segurando o pacote procurando por um bom spot.



O primeiro numero de Batman e Robin eh no minimo divertido. Mostra um pouco da relacao cheia de faiscas entre Dick Grayson e Damian e introduz novas e interessantes ideias para o futuro de Batman. Eh interessante ver o que Dick finalmente faz pra dar continuidade ao legado. Quem sabe daqui a alguns anos, nao iremos tratar Batman como o "Phantasma, o espirito que anda" onde voce poderar dizer: Bruce Wayne foi o primeiro Batman, depois Dick Grayson, depois Tin Drake, depois Damian, depois... ate um dia em que todos esqueceram de Bruce Wayne e Batman se torna verdadeiramente um mito.
A revista merece uma conferida de fato. Diversao sem compromisso de ter uma fantastica estoria.

Saiu agora nos EUA o primeiro numero de Red Robin. Este sim me parece mais interessante. Eu nao sei quanto a voces, mas Tim Drake eh meu Robin preferido, com ele eu conheci Dostoyevsky. (Spoilers ON) - Em Red Robin, Tim Drake veste o capuz de Robin e sai pelo mundo a fora lutando contra o crime aprocura do seu mentor, Bruce Wayne, que ele acredita nao estar morto. Alem disso, ele assina agora como Tim Wayne. Legal, eim?